sábado, 5 de fevereiro de 2011



As Crianças Aprendem O Que Vivenciam

Se as crianças vivem ouvindo críticas, aprendem a condenar.

Se convivem com a hostilidade, aprendem a brigar.

Se as crianças vivem com medo, aprendem a ser medrosas.

Se as crianças convivem com a pena, aprendem a ter pena de si mesmas

Se vivem sendo ridicularizadas, aprendem a ser tímidas.

Se convivem com a inveja, aprendem a invejar.

Se vivem com vergonha, aprendem a sentir culpa.

Se vivem sendo incentivadas, aprendem a ter confiança em si mesmas.

Se as crianças vivenciam a tolerância, aprendem a ser pacientes.

Se vivenciam os elogios, aprendem a apreciar.

Se vivenciam a aceitação, aprendem a amar.

Se vivenciam a aprovação, aprendem a gostar de si mesmas.

Se vivenciam o reconhecimento, aprendem que é bom ter um objectivo.

Se as crianças vivem partilhando, aprendem o que é a generosidade.

Se convivem com a sinceridade, aprendem a veracidade.

Se convivem com a equidade, aprendem o que é justiça.

Se convivem com a bondade e a consideração, aprendem o que é respeito.

Se as crianças vivem com segurança, aprendem a ter confiança em si mesmas e naqueles que as cercam.

Se as crianças convivem com a afabilidade e a amizade, aprendem que o mundo é um bom lugar para se viver.

- Dorothy Law Nolte -

Um texto e imagens que nos levam a reflectir, é bom pensar nisto

A nossa Fernanda...

A nossa querida Fernanda já não vai estar connosco todos os dias a partir do próximo dia 7 de Fevereiro, pois já falta pouco para o seu bebé nascer e a sua médica aconselhou-a a descansar, ela está de 35 semanas e felizmente a sua gravidez tem corrido muito bem, mas o seu primeiro filho, o Artur nasceu com 32 semanas. Desejamos que tudo continue a correr tão bem como até aqui. Eu (Amélia) vou sentir muito a tua falta, amiga e colega, aliás todos. Beijinho grande.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

A Aldeia "Estrela do Norte"

A ideia de fazer esta aldeia surgiu do facto de termos de decorar o nosso hall com trabalhos relacionados com o frio, o Inverno.
Então pusemos as nossas "cabeças a funcionar" e conversamos sobre o frio, e que há sítios que está mais frio que em Portugal (o nosso país).
E eis que surge o Pólo Norte, os Iglos, os esquimós. Como são as casas deste povo diferentes das nossas, como eles são diferentes de nós, quisemos saber, e fomos descobrir...

Desenhámos em cartolina, que depois recortámos os iglos

Com pedacinhos de papel crepe branco e esferovite colámos nas cartolinas para enriquecer o trabalho e desenvolvermos a motricidade fina.


Os nossos iglos ficaram com este aspecto

depois fizemos os esquimós utilizando rolhas de cortiça, que pintámos, para o corpo, a cabeça foi feita com pasta de moldar, que também foi pintada, pusemos á volta da cabeça um material que se chama "chenille" para parecer um carapuço quentinho e eis que temos "casas"e pessoas, ora isto é uma aldeia!
Juntos decidimos chamar-lhe "Estrela do Norte", porque fica no norte e por causa da estrela polar que indica o norte(aprendemos no planetário), depois fomos á procura de imagens deste povo e dos seus costumes (podem ler nos cartazes afixados no placar). Aprendemos muitas coisas com este trabalho, que foi muito envolvente para todos.


Espero que apreciem o nosso trabalho!


Os Parabéns de Fevereiro




Neste mês de Fevereiro temos dois amigos a fazerem 6 anos:

O Pedro no dia 1

O Rodrigo Carraça no dia 18
O Pedro já não está na nossa sala mas não nos esquecemos dele. Muitos Parabéns para os aniversariantes e para as suas famílias, que tenham um dia Feliz.